Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo STJ

Coca-Cola recebe multa de quase R$ 500 mil por alterar embalagem

A Refrigerantes Minas Gerais Ltda., uma das fabricantes de Coca-Cola, foi condenada a pagar quase 460 000 reais por ter reduzido embalagens de seus produtos de 600 ml para 500 ml.
Para o Procon mineiro, a empresa “maquiou” o produto, praticando “aumento disfarçado” de preços, ao reduzir as embalagens de Coca-Cola, Sprite, Fanta e Kuat sem informar adequadamente os consumidores.

Conheça alguns casos estranhos já julgados pelo STJ:

Ataque a papagaio, furto de R$0,15 e habeas corpus a feto

Criado pelaConstituiçãode 1988, oSuperior Tribunal de Justiça(STJ) é a corte responsável por uniformizar a interpretação da lei em todo o Brasil, seguindo os princípios constitucionais e a garantia e defesa do Estado de Direito.

Despesas de campanha eleitoral devem ser pagas pelo candidato e não pela coligação partidária

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou, em decisão unânime, que a responsabilidade pelas despesas de campanha eleitoral é do candidato e não da coligação partidária à qual esteve vinculado. Com esse entendimento, o Tribunal deu provimento ao recurso especial interposto por uma prestadora de serviços gráficos e atribuiu legitimidade a uma candidata da Bahia para figurar como ré em ação de cobrança.

Ao ajuizar a ação, a gráfica afirmou que não foi paga pela produção do material de propaganda política, apesar de ter feito diversas tentativas para receber o valor devido. Em sua defesa, a candidata alegou ilegitimidade passiva para figurar na ação, pois, segundo ela, os serviços gráficos foram solicitados – e, portanto, deveriam ser pagos – pela coligação partidária.