• Estes são os posts do marcador "dívida"
  • terça-feira, 7 de julho de 2015

    O ex-jogador Roberto Carlos teve o valor de R$ 135 mil, bloqueado pela Justiça do Trabalho

    Depois de não encontrar dinheiro na conta bancária do jogador de futebol Roberto Carlos, e nem no de sua empresa, a Justiça do Trabalho determinou o bloqueio de bens do jogador no valor de R$ 135 mil. A decisão foi tomada porque Roberto Carlos deixou de pagar a terceira parcela de um acordo firmado com o autor de uma reclamação trabalhista. A decisão é do dia 3 de junho.
    A ordem foi dada porque, depois de a 72ª Vara do Trabalho de São Paulo não ter encontrado dinheiro nas contas bancárias no nome da empresa do jogador, a RCS Empreendimentos e Participações, determinou a penhora de dinheiro em contas pessoais dele e do pai, sócio na companhia. Como também não houvesse dinheiro em qualquer conta nos nomes dos dois, foi ordenada a pesquisa de bens para penhorar.
    O acordo faz parte de Reclamação Trabalhista ajuizada contra a RCS Empreendimentos e Participações. O autor da reclamação é um ex-segurança que trabalhou diretamente com o jogador entre 2003 e 2012, mas sem registro profissional. Na Justiça do Trabalho, cobra o que entende ser devido pela falta de registro em Carteira e pelas horas extras trabalhadas. O ex-segurança é representado nos autos pelo Ricardo Amin Abrahão Nacle, do Nacle Advogados.
    De acordo com os documentos de constituição da empresa que o capital da RCS é de R$ 14,3 milhões. O jogador é sócio do pai, Oscar Pereira da Silva, no empreendimento. Oscar tem R$ 1 na empresa. O resto pertence a Roberto Carlos.
    Na demissão do segurança, Roberto Carlos pagou cerca de R$ 100 mil de indenização trabalhista ao ex-empregado. Como a quantia a que teria direito era muito maior, ele foi à Justiça. E numa audiência, decidiram chegar a um acordo.
    O acertado foi que a empresa teria de pagar R$ 120 mil em oito parcelas de R$ 15 mil. A primeira delas venceu no dia 17 de novembro de 2014 e a última venceria no dia 15 de junho deste ano.
    Caso o jogador não pagasse alguma das parcelas, o acerto previa o pagamento à vista de todo o restante, com multa de 50% sobre a dívida. E em fevereiro deste ano, terceiro mês do acordo, Roberto Carlos deixou de pagar.
    O resultado do descumprimento foi uma dívida de R$ 90 mil (seis parcelas de R$ 15 mil) e multa de R$ 45 mil. Portanto, o total devido pela empresa de Roberto Carlos ao ex-segurança é de R$ 135 mil.
    Por conta do histórico do jogador, a defesa do reclamante pediu a desconsideração da personalidade jurídica da RCS para que fossem executadas as pessoas físicas dos sócios. O histórico data de 2012, quando, diante de outra dívida trabalhista, a Justiça do Trabalho voltou a não encontrar nada no nome da empresa no Brasil, e determinou o bloqueio de R$ 360 mil nas contas do jogador e do pai.
    A 72ª Vara do Trabalho de São Paulo, já em 2015, concordou com o pedido e, no dia 1º de junho, determinou a desconsideração da RCS para que fossem penhorados R$ 135 mil das contas de Roberto Carlos e do pai. Seria usado o sistema BacenJud de penhora diretamente em conta corrente.
    Como não houvesse dinheiro em conta corrente, a juíza do Trabalho Andrea Nunes Tibilletti, determinou a penhora de bens. A pesquisa de bens ainda está sendo feita junto à Associação dos Registradores Imobiliários de São Paulo, a Arisp, e ao sistema RenaJud, que registra automóveis passíveis de penhora pelo Judiciário.
    Processo 0001989-86.2013.5.02.0072
    Clique aqui para ler a denúncia de descumprimento do acordo.

    Clique aqui para ler o pedido de desconsideração da personalidade jurídica da RCS Empreendimentos e Participações.
    Clique aqui para ler a ordem de desconsideração da personalidade da RCS e a ordem de penhora das contas pessoais de Roberto Carlos e do pai.
    Clique aqui para ler a ordem de penhora de bens do jogador.

    Continue lendo >>

    sábado, 4 de janeiro de 2014

    Mãe de ator acusa filho de roubar R$ 400 mil para pagar dívidas, diz coluna

    A aposentada Maria José, de 80 anos, mãe do ator Hugo Gross, que está afastado das novelas desde "Aquele beijo", em 2011, está acusando o filho de ter roubado a quantia de R$ 400 mil — referente à venda de um imóvel que ela possuía em Copacabana — e usado o dinheiro para pagar dívidas com drogas e prostitutas.

    Segundo a aposentada, Hugo recebeu pela venda do apartamento o valor de R$ 700 mil. Desse dinheiro, ele comprou um outro imóvel um pouco menor para ela na Barra da Tijuca, no valor de R$ 300 mil. “Tenho tudo documentado e queria que ele me ressarcisse de alguma maneira. Ele me expulsou da casa dele, me jogou aqui, nesse apartamento velho, sozinha, em setembro, e nunca mais veio me ver. Vivo de aposentadoria e estou passando necessidade. Ele contou para o corretor de imóvel, amigo nosso, que usou o meu dinheiro para pagar traficantes de drogas, agiotas e prostitutas. Ele tem uma agenda só de prostitutas. Meu filho é um drogado”, desabafa dona Maria.

    Continue lendo >>

    segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

    Fakes no Facebook de mulheres sensuais estão sendo usados para cobrar dívidas

    Todo mundo sabe que das centenas de amigos que acumulamos no Facebook, um ou outro mal conhecemos. Mas nos Estados Unidos, um tipo de “amizade” ainda mais indesejável surgiu na rede social. Isso porque empresas de cobrança americanas estão usando usuários falsos para chegarem até seus devedores.

    Continue lendo >>

    quarta-feira, 5 de outubro de 2011

    Estudante de Medicina é suspeito de matar o avô de 81 anos por causa de dívida em SP


    SÃO PAULO - O estudante de medicina Lothar Hoehne Kaltmaier, de 24 anos, é suspeito de matar o avô Gerhard Kaltmaier, de 81 anos, em Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo. Ele se apresentou à polícia e prestou depoimento que durou cerca de três horas. Segundo a polícia, o universitário confessou ter matado o avô com golpes de faca depois que ele se recusou a dar dinheiro para pagamento de dívidas. A justiça decretou sigilo no inquérito.

    Continue lendo >>

    Seguidores

    Total de visualizações de página

      ©Direito Atualizado Blog - Todos os direitos reservados.

    Template by Dicas Blogger | Topo