Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo processado

Google não será mais processado por Carolina Dieckmann

O advogado da atriz recebeu documento explicando questões técnicas  
Profissionais responsáveis pelo Google enviaram uma carta a Antonio Carlos de Almeida Castro, advogado de Carolina Dieckmann, e ele desistiu do processo que moveria contra o site de busca, nesta sexta-feira (11).

Ronaldo também pode ser processado por calote em aluguel

Fenômeno recebe segunda acusação em dois dias
Depois de oferecer R$ 2 milhões para se livrar de um processo no Rio de Janeiro, o ex-jogador Ronaldo está envolvido em nova polêmica. Ele é acusado de não pagar o aluguel de um terreno que locou no Rio de Janeiro.
A RNDL Participações Ltda, empresa do Fenômeno, é acusada de dever R$ 10 mil em aluguéis atrasados em um terreno em Jacarepaguá. De acordo com os donos, um débito de R$ 83 mil já foi pago, mas o Fenômeno voltou a ficar inadimplente.

De influente a processado: relembre ano de Rafinha Bastos

Desde que começou a apresentar espetáculos stand up em São Paulo em 2004 e entrou para a bancada do "CQC" em 2008, o humorista Rafinha Bastos, 34, não teve um ano tão movimentado profissionalmente quanto 2011. Em pouco mais de seis meses, passou do auge da popularidade a uma crise que mudou os rumos da sua carreira.
Em março de 2011, Rafinha lançou o DVD com o show responsável por boa parte do seu sucesso como comediante, "A Arte do Insulto", apresentação que rodou o Brasil por mais de quatro anos. Dias depois, o reconhecimento que talvez nem ele mesmo

Morto é processado por ferir mulher gravemente

Pode uma pessoa ser processada depois de morta? Parece piada, mas não para a Justiça dos Estados Unidos.

No início deste mês, a corte de Chicago resolveu processar Hiroyuki Joho, que em 2008, aos 18 anos de idade, foi morto ao ser atropelado por um trem. Seus restos mortais voaram longe e feriram gravemente Gayane Zokhrabov, que quebrou a perna e o tornozelo.

Jornal é processado por churros explosivos

O jornal chileno La Tercera teve de indenizar 13 leitores que sofreram queimaduras quando preparavam churros seguindo uma receita publicada pelo diário.
O preparo do tradicional doce seguindo a receita do jornal acarretou em casos de explosão dos churros, fazendo com que pessoas fossem borrifadas com óleo fervente e sofressem queimaduras.
A Suprema Corte do Chile chegou à conclusão de que uma pessoa que seguisse à risca o modo de preparo de churros publicado no jornal acabaria inevitavelmente se ferindo.
O jornal terá de arcar com indenizações equivalentes a um total de R$ 303 mil. As compensações vão desde valores menores, como R$ 518 até R$ 48 mil, concedida a uma mulher cujas queimaduras foram graves.